sex., 25 de fev.

|

YouTube da Cia Catavento

Exibição Atravessar-se – Um filme de Felipe Nicknig

Livremente inspirado na vida e na obra de Cora Coralina, doceira que cristalizava doces para contar estórias de um modo diferente. Este curta metragem de circo revela o singelo caminho de uma mulher que na travessia se forja da terra, de coragem, de medos, de angústias, e memórias.

Exibição no YouTube da Cia Catavento
Veja outros eventos
Exibição Atravessar-se – Um filme de Felipe Nicknig

Horário e local

25 de fev. 20:00

YouTube da Cia Catavento

Sobre o evento

Terra vermelha, arame, matula, lira, doces. Lugares e sabores de travessias. Revelações de

uma mulher em muitas vidas. Uma linguagem peculiar, um trançado visual que envolve o circo, a

música e o audiovisual.

O circo e a vida nos seus movimentos. A pausa aqui é intervalo de travessias. O movimento

cria o instante em que a mulher é atravessada pelas memórias e esquecimentos tecendo significado

ao caminho. A memória é uma maneira de conciliar voz, dor e poesia em tempo presente.

Atravessar-se é um modo singular de se reconhecer nos tempos das mulheres.

Livremente inspirado na vida e na obra de Cora Coralina, doceira que cristalizava doces para

contar estórias de um modo diferente. Este curta metragem de circo revela o singelo caminho de

uma mulher que na travessia se forja da terra, de coragem, de medos, de angústias, e memórias.

Menina, mulher e velha, são atemporais e narram uma travessia arriscada inspirada na memória dos

quintais e becos da cidade de Goiás.

Atravessar-se | um filme de Felipe Nicknig com Marina Amorim, Marialuz e participação de Helena Vilela Nicknig

✅Classificação Indicativa: LIVRE

Este projeto foi contemplado pelo Edital de Circo Aldir Blanc - Concurso nº 05/2021 - SECULT-GOIÁS - Secretaria de Cultura - Governo Federal.

Compartilhe esse evento